Ruas ao Leste

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Ruas ao Leste

Mensagem por Steve Mandrake em Sex Set 11, 2015 6:44 am

Darkness (Hispo) - Haji - Narração

O lobo se aproxima cauteloso, olhando onde estava a porcaria da maçaneta da grande porta de vidro, porém para seu espanto a mesma abre sozinha o que o deixa extremamente preocupado. Apesar do movimento rápido da porta em se abrir e voltar a fechar, o Ahroun consegue perceber a tempo o movimento e salta adentrando o local com facilidade.

Primeiramente em guarda caso algo lhe atacasse, após reconhecimento do seu campo de visão, volta a observar se Haji teria lhe acompanhado e conseguido passar pela porta maldita...

-------------------------------------------------------------------------

OFF

- 4 Sucessos.
avatar
Steve Mandrake

Mensagens : 230
Data de inscrição : 17/06/2015
Idade : 30

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas ao Leste

Mensagem por Suzanne O'Bran em Sex Set 11, 2015 10:23 am

Neste momento o Garou retorna para próximo da dupla de garous, faz isso de forma cautelosa e ao certificar que estavam bem, respira aliviado. Parecia ocupado, procurando por algo no chão a todo instante.

Ivy e Raziel se contorciam devido a dor que sentiam, exatamente no lugar em que deixara. Porém Tadewi nada sentia por eles, nem mesmo pena.

Era inexpressivo, mas no seu âmago sentia a responsabilidade e senso do dever cobrar o preço de seu cargo na matilha, e não só isso, sentia seu destino sagrado para com o caern ruir aos poucos, conforme a esperança se esvaia a cada minuto.

Tentava não decepcionar Salto Insano e o sangue de seus ancestrais, queria honrar a palavra e os votos daquele que enviara até ali.

...

A dupla nota que o lupino farejava o solo de um modo diferente; era minucioso, era um movimento repetitivo que fazia a minutos, talvez um pouco mais que uma hora desde quando sumiu em direção as ruas até neste instante, vindo a findar no ponto onde escolheu ficar, bem ao redor deles.

Quando analisam com cautela, viam que em um dado momento ele esfrega o chão com suas patas em algumas gotas de sangue, para após isso jogar uma porção de terra pequena por cima do ponto e alisar com carinho o solo, como se alisa um bebê.

Posiciona algumas folhas ao redor, criando um ambiente natural, como se nunca tivessem pisado ali. Essa era a astúcia dos wendigos e seu diferencial.

Lambe após isso as patas suja com sangue e terra de dezenas de vezes que repetiu a ação que desempenhara a poucos, se limpando.
Agora parecia que tinha acabado.

Analisa com mais cuidado a dupla, se aproxima e quando sente seguro para fazer, lambe alguns ferimentos de difícil acesso para eles, buscando prestar o auxílio que podia naquele instante.

_Vocês devem lamber as feridas. Ajuda a cicatrizar e afastar os predadores...

Olhando para trás, aponta com o focinho.
Parecia ensaiar alguma palavra que ficou entalada na garganta, para só por fim, após pensar no que diria, o faz:

_Sei que vocês estão feridos, reconheço o estado de vocês e o quanto estão sendo fortes, isso me da orgulho de vocês...

Estarei por perto, descansem.

...

Deste modo o Garou se afasta novamente e inicia sua tarefa.

off:
2015-09-11 07:49:06 Tadewi rolls 5 dice to ancestrais 1,8,9,6,9 [3 successes]

2015-09-11 07:50:03
Tadewi rolls 8 dice to sobrevivência (used willpower) 1,9,6,4,2, 1,4,8 [2 successes]

Status:
fdv: -4
fúria: -0
gnose: -5
avatar
Suzanne O'Bran

Mensagens : 326
Data de inscrição : 16/05/2015
Idade : 33

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Haji(HIspo)- Darkness

Mensagem por Haji em Sab Set 12, 2015 7:21 pm

-Não tem problema, já tô acostumado com problemas...

Haji segue andando ao lado do lupino, cauteloso com os arredores. Até que chegam em frente a, aparentemente, uma instituição de ensino. Os dois andam até a porta quando a mesma é aberta e já e fechava rapidamente. Com ágeis reflexos Darkness alçou seu corpo para dentro da porta, o que o Peregrino fez também, adentrando um ambiente onde não se havia muitas esperanças de um destino fácil.


OFF

Haji Bakari rolls 7 dice to Dex+Pront (Diff 7) 8,4,8,6,6, 1,9 [2 successes]
avatar
Haji

Mensagens : 16
Data de inscrição : 03/09/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Darkness - Haji

Mensagem por Admin em Dom Set 13, 2015 3:51 pm

Darkness é o primeiro a saltar pela oportunidade na porta, deslizando suavemente pelo piso polido da escola enquanto as luzes se acendem. A decoração no primeiro andar (também no segundo, caso decidam subir, já que é para lá que o rastro olfativo aponta) trás detalhes coloridos, o que poderia denunciar para um hominídeo, ser uma instituição infantil ou juvenil. Próximo a dupla, uma cabeça de fantasia de mascote (de dragão) largada ao chão os encara de frente e atrás dela, escadas levam ao segundo andar.

No fundo do saguão, ao lado das escadas, uma porta de cada lado (conforme está no mapa). Agora, o cheiro do alvo se misturava a outros tantos, como o de mofo, poeira e morte. Enquanto Darkness fitava o chão na busca de reencontrar o rastro de sangue (o que não foi possível) a dupla pôde escutar uma peculiar risada infantil, que embora não fosse muito alta, ecoava pelas paredes daquele lugar aparentemente abandonado.


avatar
Admin
Admin

Mensagens : 742
Data de inscrição : 15/05/2015

Ver perfil do usuário http://pressagiosdofim.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas ao Leste

Mensagem por Ivy_curto_circuito em Dom Set 13, 2015 4:03 pm

Ivy(Lupino)-Narração-Todos.

Ivy ainda estava de olhos fechados quando Tadewi chegara, podia-se notar que a Impura estava mais silenciosa que seu habitual. Estava claramente cansada e sentia muitas dores, o estado que ela e Raziel estava, tornavam eles pouco úteis, principalmente ela.

...

A Andarilha voltou seu olhar para a pichação, a lendo mentalmente:

"Eles são como morcegos..."

A Impura lembrara as vezes que participou de algumas missões juntos de pequenas matilhas provisórias, na eliminação de alguns espirais, de fato, para Ivy aqueles vermes da Wyrm a faziam lembrar de morcegos. Então enquanto Tadewi lambia os ferimentos de Raziel, a Ragabash disse:

-Não são só formoris que devemos nos preocupar, há uma pichação ali, quem pichou aquilo, tentou deixar uma mensagem, que significa 'Eles são como morcegos'.

-Há uma chance de haver alguns espirais pelas Ruas, então tome cuidado índio da bunda e fora.



Observou Tadewi se afastar, e apenas sussurrou:

-Tome cuidado...

Ivy então fechou seus olhos, o cansaço e falta de utilidade deixava a Impura sem esperanças.

avatar
Ivy_curto_circuito

Mensagens : 67
Data de inscrição : 16/07/2015
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas ao Leste

Mensagem por Suzanne O'Bran em Dom Set 13, 2015 4:39 pm

Tadewi olhou o lugar que Ivy disse sem muito entender, tinha algo escrito na parede, mas ele não sabia ler.

Quando ela decifra aquilo tudo o Garou rosna baixo, se volta para a extensão mais verde do lugar e simplesmente caminha apressado por dentro da mata.

Alguns minutos retorna. Trazia consigo muitos galhos, grossos e outros finos, porém todos muito resistentes. Saca uma faca de sua mochila e começa a preparar inúmeras estacas.

Quando se cansa das estacas, inicia o processo de trançar tiras retiradas de troncos e também raízes, criando uma espécie de corda; todas finas, mas muito resistentes.

Elas não aguentariam um peso humano, quem dirá de um crinos em suspensão, mas não era esse seu propósito, era suficiente apenas pra fazer qualquer um dos dois tropeçarem e caírem, também o suficiente para unir as estacas umas as outras sem maiores problemas.

Sozinho o processo seria demorado, mas se pretendiam ficar ali por pelo menos até amanhã, tinha que cuidar da segurança.
Estranhamente aquele lugar estava muito em paz, mas não confiava na hostil cidade, ali, a surpresa se fazia presente sempre.

Após planejar na sua cabeça onde posicionaria cada item, inicia a explicação.

_Estão vendo este local? -Aponta para o lado oposto a rua- Vocês deverão sair por aqui quando as armadilhas estiverem prontas.

_Para humanos normais elas seriam fortes suficientes para matá-los, mas para garous e fomoris, a gente precisaria de mais sorte para ocorrer isso, porém, com a ajuda de Gaia, eles ficarão feridos a ponto de conseguirmos nos igualar, não quero matar, mas fazer com que se atrapalhem e fiquem perdidos...

_Assim nós fugimos!

Fazia isso enquanto trançava e iniciava a criação dos artefatos. A maior parte do tempo após isso passa em silêncio. Quando termina uma coisa fazia outra logo após, de modo bem concentrado.
avatar
Suzanne O'Bran

Mensagens : 326
Data de inscrição : 16/05/2015
Idade : 33

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas ao Leste

Mensagem por Raziel em Seg Set 14, 2015 3:55 am

(Raziel ouvia a Ivy e então olha a pichação lendo-a)

Isso me faz lembrar aquela corrida que vimos mais cedo. Eu achei que poderiam ser roedores ou algum caçador...mas agora acho que poderia ser um confronto entre os espectros e os agentes da weaver, eu havia percebido uma tecnologia que servia para "envenenar" aqueles veículos...ahh esse negocio ta ficando muito complicado...

(As orelhas do lupino abaixavam enquanto ele fazia uma carinha de dor, retribuindo o banho que Ivy dava, afim de limpar as feridas da mesma. Suas orelhinhas mexiam como radar captando a direção de onde vinha a voz de Tadewi)

Sinceramente eu espero conseguir descansar sem problemas essa noite...o dia foi muito desgastante fisicamente e mentalmente. Agradeço sua dedicação Tadewi e logo estarei pronto para retribuir ela protegendo suas costas no campo de batalha

(Raziel falava num to ofegante e cansado ele, fica atento olhando para o indio trabalhando e ouvindo sua instruções enquanto parecia tentar arrumar uma posição menos dolorosa para tentar dormir)

2015-09-13 20:08:19 Razie rolls 6 dice to sentir a wyrn 9,10,8,1,6, 8 [4 successes]
avatar
Raziel

Mensagens : 99
Data de inscrição : 15/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas ao Leste

Mensagem por Steve Mandrake em Seg Set 14, 2015 8:26 am

Darkness (Hispo) - Haji - Narração

O ascender das luzes faz com que o Garou olhe automaticamente para a lâmpada, sem entender o motivo da mesma ter ascendido, como sua visão era monocromática não reconhecia as cores embora percebesse que havia diferenciações de tonalidades. Percebendo que o Theurge o havia seguido, fala quase sussurrando:

"-Ficar atento, isso feder a Wyrm!"

O focinho retraído do Ahroun já denunciava sua insatisfação com o odor do local. Sentindo que o cheiro sobia as escadas, não se demora e começa a subir, quando aquela risada faz seus pelos se arrepiarem, olhando assim para trás, fitando Haji de forma peculiar.

"-Cheiro vir de cima!"

Falava justificando o porquê de subirem, apesar de não ter explicado ainda o que procurava.
avatar
Steve Mandrake

Mensagens : 230
Data de inscrição : 17/06/2015
Idade : 30

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas ao Leste

Mensagem por Haji em Ter Set 15, 2015 12:59 am

O hispo marrom entra na escola logo após o outro garou, as luzes já acesas denunciavam um possível sensor de luz, daqueles que acendem quando passa alguém, ou então não cheirava coisa boa.

-Sinto cheiro lá em cima também..

O Peregrino logo vai se direcionando às escadas quando escuta a risada mais arrepiante que já havia ouvido, era uma risada de criança...

"caralho, que risada do demonio!!!Fodeu...vamo lá."

Haji não precisava saber o que procuravam, para saber que algo perigoso os esperava em breve.
avatar
Haji

Mensagens : 16
Data de inscrição : 03/09/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas ao Leste

Mensagem por Steve Mandrake em Ter Set 15, 2015 11:19 pm

Darkness (Hispo) - Haji

Darkness olha mais uma vez para Haji, dessa fez com estranheza, pois obviamente não falavam do mesmo cheiro. Termina de subir a escada e logo dá de cara com um grande corredor, com portas de ambos os lados e o cheiro que seguia logo a frente. Porém aquela risada sinistra não saia da cabeça do Ahroun, fazendo-o ter mais cuidado. Por curiosidade ou precaução passa bem rente pelas portas do seu lado direito, afim de tentar ouvir o que havia do outro lado, até o momento que encosta vagarosamente seus ouvidos na quarta porta de mesmo lado, porém neste momento os sentidos do Garou lhe fazem olhar para cima como se sentisse o perigo.

Darkness se vira para o teto rapidamente a ponto de contemplar uma cena medonha. Uma jovem de aproximadamente 10 anos de idade, que se segurava em 3 membros no teto, com longos cabelos que se escorriam para baixo, alisava a própria barriga com a mão livre, apontando o umbigo para o Cria de Fenris, donde disparou uma teia horrenda enquanto se divertia com risos insanos. Darkness por sua vez salta para o lado com grande habilidade, enquanto rosna enfurecido. Porém, como tudo pode piorar, antes que viesse a atacar aquela criatura, olha para o outro lado, onde outras 3 crianças saem da encruzilhada que o corredor faz, onde uma delas ainda arrasta uma tesoura de grama pelo chão, totalizando 2 meninos e 2 meninas, cercando assim os 2 Garous.

Para que não fossem atacados pelas costas e assim tentar minimizar o combate para o Theurge, Darkness avança velozmente sobre as 3 crianças. Com suas garras ele rasga o peito da primeira que vai ao chão gemendo de dor, apesar de viva, o Ahroun analisa que já estava fora de combate e já parte para a segunda. O monstro esquiva de uma de suas garras, porém fica exposto aos dentes do Garou que dilaceram boa parte do Fomori. Nesse momento o Ahroun sacode a cabeça rosnando de dor, percebe da pior forma que fez grande burrada ao morder a criatura. A gosma ácida que saia das vísceras queimava o Garou de forma sem igual, quase tirando-o de combate...
avatar
Steve Mandrake

Mensagens : 230
Data de inscrição : 17/06/2015
Idade : 30

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração Cena de Darkness e Haji

Mensagem por Admin em Qua Set 16, 2015 5:06 am

O deprimente cenário escolar ainda era palco da batalha entre os dois garous e as 4 crianças possuídas.

Embora uma estivesse severamente avariada, ainda lhe restavam forças para arrancar dos pulmões um tenebroso cântico da Wyrm. A linguagem profana tentava desprender a energia espiritual dos Garous, mas Darkness parecia resoluto demais na batalha para deixar-se levar. Haji entretanto, sentiu seu elo espiritual enfraquecer enquanto o canto ecoava depressivamente por aqueles ares.

Após então Darkness ser alvo de novos ataques, onde um dos infantes obteria êxito com garras vorazes que apenas rasgam superficialmente o Cria de Fenris, Haji esquiva de um novo jato asqueroso de teia umbilical. A batalha segue até finalmente Darkness dar cabo de dois Fomoris enquanto Haji finalmente era preso nas teias da primeira fomor.

Vendo-se então em desvantagem, a fomor de hábitos aracnídeos foge pelo teto, empurrando a porta de dois lados para ganhar os corredores que dão para as escadas.

Sobra então apenas uma jovem de cabelos cacheados que implorava pela vida enquanto tentava conter o sangue que jorrava desmedidamente do seu peito. Após sucessivos argumentos com a voz doce de uma criança, embora Darkness e Haji tenham experimentado uma indecisão momentânea, o lupino acaba por arremessar contra as costas da jovem, que àquela altura se arrastava pra longe, a tesoura de grama que ha pouco havia sido usada contra si.

Seguindo então o conselho da pequena, a dupla Garou foge buscando abrigo na sala de aula por onde o rastro que Darkness havia perseguido até ali acusava. Aquela sala especificamente estava destrancada, mas para a surpresa dos dois, não havia nada além de carteiras, sangue e uma lança que mais tarde se provaria Maculada, de acordo com Haji.

Enquanto tentavam entender, ficava claro pelos sons de portas sendo arrombadas (provavelmente por novos fomoris que revistavam as salas por onde Darkness e Haji poderiam ter se escondido) que teriam de decidir entre duas opções o quanto antes. Ou fugiam pela janela, ou continuavam a busca pela penumbra.

Ao optarem seguir para o mundo espiritual, encontram-se com Faro-Ancestral em estado agonizante, incapaz sequer de perceber a chegada da dupla. Haji cura a irmã de Lua, e após a Impura assimilar a situação e os estranhos se apresentarem, uma conversação se inicia, onde Darkness explica o motivo de ter se separado do Wendigo (após Ann ter demonstrado saber não só que Trinca-Escalpos salvou os lupinos, como teria dado-lhes uma missão) e Haji pede pressa para irem embora.

Depois de terem se entendido razoavelmente, Ann que havia demonstrado interesse em reunir os dois grupos,  pergunta onde seria mais provável de encontrar a matilha sem nome, e Darkness cogita estarem nas ruas do centro, próximo a ponte.

Faro-Ancestral,  Darkness e Haji passam então a se dirigirem para as ruas do centro.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 742
Data de inscrição : 15/05/2015

Ver perfil do usuário http://pressagiosdofim.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Tadewi - Ivy - Raziel

Mensagem por Admin em Qui Set 17, 2015 1:15 am

Quando o Wendigo terminou o minucioso e cansativo trabalho com as armadilhas, sem sequer saber se aquilo seria válido, o sol já se despedia dando os últimos sinais de sua partida.

Neste momento, em algum lugar não muito longe dalí, tanto Tadewi quando Raziel e Ivy podiam escutar um uivo muito esquisito. Tratava-se de um uivo muito peculiar, pois não tinha significado algum. Estava óbvio que o dono daquele alarde não tinha objetivo nem dominava as técnicas de uivo. E pior, as cordas vocais do som em nada se assemelhavam a potência de um uivo Garou. Parecia mais um humano zombeteiro em imitação esdrúxula.

Passaram-se alguns poucos minutos, até que pudessem ouvir então latidos oriundos de mais de um indivíduo, com as mesmas características. Parecia uma matilha de humanos que ladravam como loucos em uma das ruas relativamente próximas, como se a chegada da noite os enlouquecesse.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 742
Data de inscrição : 15/05/2015

Ver perfil do usuário http://pressagiosdofim.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas ao Leste

Mensagem por Suzanne O'Bran em Qui Set 17, 2015 1:53 am

Finalmente terminou o trabalho, rezava a Gaia a todo instante para que não fosse preciso usar os artefatos preparados.

Ao findar o trabalho recolhe o material sobressalente, guardando na bolsa aquilo que podia ser de utilidade para um uso posterior e descartando o resto em um buraco, cobrindo o mesmo logo após.

Quando cai a noite ouve uma movimentação estranha pelas ruas, é nesse instante que chacoalha Ivy e logo após Raziel, um de cada vez, segurando com a mão na boca para que não fizessem ruídos.

_Xiiiiiiiii -levava o dedo indicador a frente da boca pedindo silêncio, fazia isso baixo, a ponto de somente os dois ouvirem-

Faz um sinal apontando o dedo nos olhos, para depois apontar a direção do som. Ficava claro que iria checar.

Não deveriam ir atrás de Tadewi, caso ocorresse um sinistro, deveriam fugir pelo lado que o nativo indicou, ele levaria os inimigos as armadilhas e daria um sinal para fugirem, indo ao encalço dos dois quando tivesse acabado.

Aponta para arma de Ivy, fazendo um sinal de negação, definitivamente ela não deveria usar isso, exceto se fosse caso de vida ou morte ou seria o fim de tudo que planejou.

Deste modo modifica sua forma para a lupina e se embrenha na mata.

Se aproxima vagarosamente e com todo cuidado possível, evitando o máximo a rua. Queria ficar perto o suficiente apenas para ouvir o que diziam, mas não se entregaria de bandeja.

Talvez tivessem informações sobre o desgarrado(Darkness) ou mesmo algum sinal de outro Garou vivo, talvez até Narssuk ou Hioshmitsu.

Pela forma que faziam aquele estardalhaço, tiveram contato recente com garous e isso aguça a curiosidade do Wendigo.

off: caso seja necessário teste de furtividade, aí está ele.

2015-09-16 17:48:52 Tadewi rolls 9 dice to furtividade 3,5,4,8,9, 4,1,8,5 [2 successes]


avatar
Suzanne O'Bran

Mensagens : 326
Data de inscrição : 16/05/2015
Idade : 33

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas ao Leste

Mensagem por Raziel em Qui Set 17, 2015 9:41 pm

(Raziel sentia muitos focos da Wyrn um tão forte que até arrepiava seus pelos, o Vagante não conseguia relaxar. Suas orelhas da forma lupino ficam em pé viradas como um radar para direção do uivo estranho. Num tom preocupado Raziel alertava os dois companheiros)

-Sinto muitos focos da Wyrn, 4 para ser exato... Um deles é bem forte e não tenho muita certeza mas é de onde vem o uivo. Fique muito alerta Tadewi!

(Raziel olhava para os 4 cantos onde sentia o foco afim de direcionar o índio)
avatar
Raziel

Mensagens : 99
Data de inscrição : 15/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Tadewi - Ivy - Raziel

Mensagem por Admin em Sab Set 19, 2015 2:50 am

Depois de se haver passado algum tempo, do lado oposto ao que Raziel havia afirmado sentir a presença de 4 entidades, o grupo passou então a escutar uma movimentação próxima dos carros abandonados donde Ivy havia descoberto a pichação.

Depois de perderem alguns segundos em atenciosa observação naquela direção, puderam ver se erguer por de trás de um dos carros distantes, uma figura que só poderiam contemplar num cenário horripilante como aquele. De cabelos desgrenhados e expressão cadavérica, a criatura descarnada se arrastava em lassidão, sem levantar os pés.

Quando a figura mancou para longe do carro que ainda a tapava parcialmente, o grupo pôde contemplar sua parte mais tenebrosa. Da região abdominal saltava uma segunda face com braços e pernas (que se estendiam para trás) dividindo-lhe o mesmo corpo. Os comportamentos pareciam independentes e enquanto o andante demonstrava-se preocupado em achar algo, como comida por exemplo, Seu terrível irmão siamês lançava uma língua que mais parecia um chicote, catando detritos do chão (Tadewi não nota o detalhe dos comportamentos independentes).

Ambos pareciam alheios ao grupo... por enquanto...
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 742
Data de inscrição : 15/05/2015

Ver perfil do usuário http://pressagiosdofim.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas ao Leste

Mensagem por Suzanne O'Bran em Sab Set 19, 2015 4:33 am

Tadewi observa o grupo nas ruas com cautela, ele e sua matilha estavam em zona de vantagem por enquanto. As luzes eram parca naquele lugar, escolhido cautelosamente como abrigo.

Estava orgulhoso da forma que protegeu aquele grupo, do modo que aplicou os ensinamentos que teve em sua aldeia para esconder os rastros deixados ali e criar armadilhas que certamente tardariam o avanço inimigo se fosse o caso.

Se um dia tocaram aquele solo, não resta nem mesmo odores que denunciem sua presença. Estava orgulhoso de si.

O Wendigo deu um tiro certeiro quando citou sobre este lugar na noite em que se reuniu pela primeira vez com sua matilha.

Embaixo das copas das árvores e tendo arbustos e vegetações como escudo, ali permanece. Agachado e observando, ouvindo apenas sua respiração e de seus iguais, podia até mesmo ouvir as batidas descompassadas de seu coração. Além do movimento involuntário do corpo, nenhum outro é realizado.

Tinha vontade de saltar em disparada na direção daqueles a frente, teve vontade de separar aqueles corpos imundos unidos uns aos outros de forma grotesca e anormal, tinha vontade de vingar seus irmãos mortos de sua seita...

Mas não era hora para isso, deveria aguardar o momento propício, e quando ele chegasse, iria exaurir da face de Gaia esse mal personificado.
avatar
Suzanne O'Bran

Mensagens : 326
Data de inscrição : 16/05/2015
Idade : 33

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas ao Leste

Mensagem por Raziel em Sab Set 19, 2015 4:55 am

Raziel engole seco ao ver aquela cena, ainda desconcertado por não sentir aquilo se aproximar o garou lamenta mentalmente sobre isso. Enquanto fitava aqueles seres horrendos ele comcentrava para sentir se eram mesmo da Wyrn ou era outra coisa. Era tudo que Raziel podia fazer além de contar com a sorte e principalmente com Tadewi
avatar
Raziel

Mensagens : 99
Data de inscrição : 15/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas ao Leste

Mensagem por Ivy_curto_circuito em Dom Set 20, 2015 3:43 am

Ivy-Todos

Ivy se mantinha como podia em meio as dores, observou a cena horrenda e cada vez mais começava a sentir que seu fim estava perto. Fitou Tadewi quando o mesmo apontou para sua arma, mostrando entender o que o Wendigo quis insinuar.


....


Por fim, se rastejava para um local onde conseguiria cobertura para se esconder daquilo que acabaram de ver.
avatar
Ivy_curto_circuito

Mensagens : 67
Data de inscrição : 16/07/2015
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Raziel - Ivy - Tadewi

Mensagem por Admin em Dom Set 20, 2015 7:50 pm

A criatura continua a caminhada algo penosa, abrindo então os portões enferrujados que rangem agudamente.
Ela cambaleia até as ruas fitando os dois lados daquela via, demonstrando algum tipo de indecisão e falta de pressa.

Neste momento, novos uivos puderam ser ouvidos sem que pudesse ser notado qualquer reação daquela criatura disforme no meio da via.



Mais alguns poucos minutos se passaram em que a dupla peculiar permanecia parada, quando um jato passa por sobre a cabeça de todos em considerável altura, distribuindo um alto som característico.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 742
Data de inscrição : 15/05/2015

Ver perfil do usuário http://pressagiosdofim.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas ao Leste

Mensagem por Suzanne O'Bran em Seg Set 21, 2015 12:17 am

Tadewi fitava a criatura ao longe, acompanhando seu vagaroso movimento. Assim como ele, não tinha pressa, pretendia passar a noite naquele vasto terreno. Recorda do período de vida que passou no norte do Canadá, onde somente um deserto branco era visto. repetidas vezes se alimentou de restos de carne congelado, isso após dias sem se alimentar.

Os pensamentos distante se interrompem quando a maldita ave da weaver passa transmitindo o som que se assemelhava ao som de um trovão, o Garou de encolhe de imediato de forma reflexiva, evitando fazer movimentos bruscos.

Tentava manter a posição adotada posteriormente, seus sentidos auditivos a princípio falham, mas breve voltaria ao normal.

...

Não obstante a isso, estende sua visão ao mundo dos espíritos, queria ver a proporção do poder do espírito que manipulava aquele pedaço de carne.

off: fitar o mundo espiritual

015-09-20 16:15:21 Tadewi rolls 5 dice to gnose (Diff Cool 10,2,3,5,4 [1 success


avatar
Suzanne O'Bran

Mensagens : 326
Data de inscrição : 16/05/2015
Idade : 33

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas ao Leste

Mensagem por Raziel em Ter Set 22, 2015 3:07 am

O andarilho encarava criatura estranha, enquanto cavava na sua cabeça como poderia enfrentar aquele ser. Raziel tenta lembrar que tipo de ser era aquilo. Dando um leve suspiro Andarilho lamenta não ter mais sua flecha

OFF: Preciso fazer algum teste de ocultismo?
avatar
Raziel

Mensagens : 99
Data de inscrição : 15/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Raziel - Ivy - Tadewi

Mensagem por Admin em Ter Set 22, 2015 3:45 am

A criatura havia se distraído com o avião por alguns segundos, enquanto que seu companheiro, incapaz de fitar os céus, perguntava-lhe persistentemente o que se passava.

Como quem se diverte em judiar de um amigo ou parente próximo, a criatura permanecia em silêncio, esboçando um sorriso irônico e nojento, donde se notava os lábios rachados por um lado e manchados de sangue endurecido do outro.

- Hahahaha... Foi um jato! FFUUUUUMMMMM... PASSOU VUANU! Respondeu depois de julgar-se satisfeito em castigar o companheiro corpóreo com o silêncio: - Um jato? O que é mesmo isso? Acho que esqueci.

- Nossa, mas além de feio será que você é burro? Respondeu aquele que comandava as pernas, com a voz esganiçada.

- Vai se foder seu monstro! Disse o cara de sapo, tentando chicotear o companheiro com a língua, tempo em que uma pequena briga se iniciava.

Ivy, Raziel e Tadewi assistiam a tudo de camarote, tendo alguma vegetação (um arbusto e mato relativamente alto) que serviam de abrigo. Enquanto se debatia numa briga incomum, a criatura passou a cambalear para frente, dirigindo-se coincidentemente numa direção bem próxima do grupo.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
OFF:
- Tadewi que fitava o mundo espiritual, depois de ver movimentações apenas bem de longe, poderá voltar a ver o que se passa na Terra apenas a tempo de ver a criatura cambalear para próximo.

- Raziel nota que aquilo só poderia ser duas coisas. Ou um fomor muito deformado, ou um Maldito materializado.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 742
Data de inscrição : 15/05/2015

Ver perfil do usuário http://pressagiosdofim.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Darkness - Haji

Mensagem por Admin em Ter Set 22, 2015 4:11 am

No percurso, quando Faro-Ancestral nota que estavam voltando por onde haviam vindo, reclama em tom de conselho: - Uma informação omitida ou uma decisão errada pode significar a morte para nós, Peregrino. Tivemos muita sorte de não encontrar nada no caminho de ida e vinda.

Depois que Darkness guiou o grupo para perto da escola e Haji por sua vez guiou todos para a rua donde havia se despedido do espírito, notou que o cheiro estava difícil de ser perseguido. Havia um tipo de cheiro de fumaça confundindo seu olfato. O sangue no chão estava quase impossível de ser observado, pois agora haviam frutas e lixo espalhado por aquelas ruas.


Acompanhe no street view: http://bit.ly/1itQ8Mh

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
OFF:

Percepção + Instinto primitivo, Dif 10 para tentar achar o rastro novamente.


Darkness ganha + 1 de fúria.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 742
Data de inscrição : 15/05/2015

Ver perfil do usuário http://pressagiosdofim.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas ao Leste

Mensagem por Suzanne O'Bran em Ter Set 22, 2015 2:07 pm

Tadewi analisava o mundo espiritual, que por incrível que pareça aparenta seguro.

Estava na dúvida se aquele era um espírito materializado ou um poderoso fomori.

Fitando a umbra tira sua conclusão; era um espírito materializado, afinal, não encontrou uma entidade para o hospedeiro em questão do "outro lado" controlando o mesmo, então deduziu.

...

Apesar de manter seu sentido visão na umbra, seus demais sentidos estavam no mundo físico, quando notou uma confusão no mundo retorna por completo.

A princípio estava desnorteado, mas logo toma ciência dos fatos e a grande enrascada que estava prestes a acontecer. Mais uns passos a entidade da Wyrm cairia em uma de suas armadilhas e uma busca no lugar se iniciaria pelos seus comandados.

A partir deste momento contavam com a sorte. Seja como for, estava disposto a encarar a situação como ela se desenrolasse.

Aguardava o fim da discussão em silêncio. Caso fosse necessário e a atenção fosse chamada para o grupo, seria o primeiro a se mostrar.


Última edição por Tadewi em Qua Set 23, 2015 12:46 am, editado 1 vez(es)
avatar
Suzanne O'Bran

Mensagens : 326
Data de inscrição : 16/05/2015
Idade : 33

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas ao Leste

Mensagem por Ivy_curto_circuito em Ter Set 22, 2015 4:25 pm

Ivy-Todos

Ivy se mantinha quieta no arbusto, pouco podia fazer a não ser observar aquela cena entre a criatura horripilante. Se mantinha em silêncio a fim de não chamar a atenção daquela criatura para ela e nem para Raziel.

"Merda ta vindo para cá..." _Pensou_

A Andarilha estava incomodada pela situação que se encontrava, não podia ajudar seus semelhantes, não podia nem se quer se defender caso aquilo fosse se aproximar. Porém, caso aquela criatura se aproximasse demais da sua posição, não deixaria os membros de sua matilha mais sem sua ajuda, faria o necessário para afasta-la de Raziel e Tadewi que já haviam feito muito por ela, mesmo que isso significasse a sua morte.

"Se ele continuar vindo em nossa direção, vou ter de fazer alguma coisa..."_Pensou Ivy_

Ivy voltou seu olhar para Raziel e em um sussurro falou:

-Se ele se aproximar demais, vou distrair ele e vocês se afastem...

-Isso não é uma escolha, apenas faça ou eu juro que se ficarmos vivos, eu chuto teu traseiro até que entre meu joelho.!


A Ragabash então voltouseu olhar novamente para a criatura.
avatar
Ivy_curto_circuito

Mensagens : 67
Data de inscrição : 16/07/2015
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas ao Leste

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum