Unknown place - Noah

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Narração - Todos

Mensagem por Admin em Qua Ago 19, 2015 4:48 pm

A criatura das sombras se contorce em meio aos ataques, gritando de dor enquanto busca desesperadamente, com braçadas qual um nadador, se por longe da besta.
Quando o ataque cessa e o Maldito se dá conta da situação pouco favorável, se converte em energia de luminescência escura, pronto para reformar-se em outro lugar.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------
OFF:
No próximo turno, o Maldito foge com o Encanto reformar.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 742
Data de inscrição : 15/05/2015

Ver perfil do usuário http://pressagiosdofim.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Unknown place - Noah

Mensagem por Suzanne O'Bran em Qua Ago 19, 2015 5:14 pm

Como um trem desgovernado Tadewi ainda da mais um golpe na direção onde se encontrava o maldito, sem saber se seria bem ou Mal sucedido, apenas o faz, na esperança de causar ainda mais prejuízo.

Seja como for(fugido ou morto) o Wendigo venceu o confronto.

Tadewi olha para o lado procurando por Ivy e Raziel. Se põe entre eles e a janela visto que não sabia se era Darkness ou o maldito que escalava do lado de fora, afinal o tom de pancadas se tornavam mais próximo a cada instante.

_Fiquem atrás de mim! - Diz em um tom audível
avatar
Suzanne O'Bran

Mensagens : 326
Data de inscrição : 16/05/2015
Idade : 33

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Unknown place - Noah

Mensagem por Steve Mandrake em Qua Ago 19, 2015 6:07 pm

Darkness (Crinos) - Tadewi - Ivy - Raziel

Para surpresa de todos, o Maldito que tentava escapar recebe um grande impacto, como se o vento o fizera, jogando sua energia escura no ar. Nesse momento Darkness reaparece na frente de todos, sendo possível ver que eram suas garras que destruíam ainda mais aquela entidade, e em milésimos de segundos mais três movimentos são notados, cavando a aura negra apesar da grande resistência, causando um grito de dor do Maldito e sua posterior destruição apenas no último ataque. Agora a única coisa que restava era a Essência inerte no ar, que era totalmente ignorada pelo Ahroun.

Com olhos sanguinários ele encara os demais. Ainda estava irritadiço e tentava assimilar a atual situação dos outros Garous...

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

OFF

-Danos das Garras = 19


Última edição por Steve Mandrake em Qua Ago 19, 2015 6:11 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Steve Mandrake

Mensagens : 230
Data de inscrição : 17/06/2015
Idade : 30

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Raziel Vagante Branco - Lupino

Mensagem por Raziel em Qua Ago 19, 2015 6:09 pm

o impuro lambe o rosto de Ivy quando anota recobrar a consciência ele parecia aliviado. Logo depois o prédio estremece suas orelhas ficam de pé atentas a tudo à sua volta como um radar. Raziel volta ouvir Ivy e só rosna para ela não gostando da sua provocação
Ghrrrr
Raziel então a segue tentando levantá-la mas a verdade que o mesmo não conseguia nem se mexer e por isso ia se arrastando forçando seus músculos a se levantarem enquantoentalmente respondia Ivy

Eu já teria partido se a bela adormecida se mexesse ao invés de roncar. Quem diria que o índio ainda estivesse vivo

Raziel agora tentava bancar o durão, olhava para Tadewi e se conectava mentalmente com o mesmo

Pq demoraram tanto? E quantos de nós sobraram?

Apesar de tudo era possível que o bom humor de Raziel havia retomado
avatar
Raziel

Mensagens : 99
Data de inscrição : 15/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Unknown place - Noah

Mensagem por Suzanne O'Bran em Qua Ago 19, 2015 7:54 pm

Para quem já teve a sorte ou o azar em ver o totem Wendigo frente a frente nota alguns traços marcantes desta entidade encarnado em Tadewi quando este se encontra na umbra. Ali sua herança espiritual era forte em demasia, concordando mais uma vez com as palavras de Tadewi que insistia em dizer que seu forte era ouvir o conselho dos espíritos e este era forte nele, agora tudo fazia sentido.
Seus olhos azuis era a única coisa que denunciava sua herança no mundo físico, porém na umbra detalhes marcantes podem ser notado com maior clareza, os olhos azuis se tornam ardente, como o de seu pai, sua pele levemente azulada e seu pelugem era a personificação da pureza do mais primitivo Wendigo visto, Tadewi parece ficar maior e mais robusto, assim como suas presas e garras maiores, mas isso era apenas o efeito de sua linhagem espiritual que parece ter sido melhor selecionada que de muitos presas de prata.

...

Tadewi olha aliviado ao notar que Darkness deu cabo do maldito, para este, cumprimenta com um movimento de cabeça. Tinham feito um bom trabalho de equipe.

Logo sua feição de contentamento se modifica para uma expressão bem seria ao ouvir o que Raziel dizia. Tadewi rosna afim de se impor.

Raziel não sabia o que eles tinham passado e o quanto se sacrificaram para estar ali.

Se aquela foi uma piada, foi desagradável o suficiente para fomentar uma irritabilidade que ainda não estava controlada devido a quantidade de fúria desprendida.

...

Respira fundo se controlando e voltando ao estado de nervos estável.

Ignorando a colocação do mesmo, e sem perda de tempo, Guerreiro da fúria espia o outro lado.

off:
2015-08-19 11:52:19 Tadewi rolls 5 dice to espiar 8,3,4,1,1 [failure]


Grrrrrr....

_Não consigo espiar o outro lado, alguém, faça isso!
avatar
Suzanne O'Bran

Mensagens : 326
Data de inscrição : 16/05/2015
Idade : 33

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Unknown place - Noah

Mensagem por Steve Mandrake em Qui Ago 20, 2015 4:06 pm

Darkness (Crinos) - Tadewi - Ivy - Raziel

Acenando da mesma forma com a cabeça para o Wendigo, o Cria de Fenris não se demora. Agarra Ivy pelos braços com a mão direita, jogando-a para cima de seus ombros como um saco de batatas, com a delicadeza de um rinoceronte.

"-Vamos embora daqui, um Maldito fugir com vida e aqui ser toca deles. Esses dois precisar de descanso pra se recuperar em lugar seguro. Narssuk já falar sobre plano físico aqui e não ter tempo. Centro da cidade ser perigoso, nós precisar se aproximar da Mãe."

Falava fitando Tadewi, enquanto largava o Garou albino para ele...

"-Nós ir agora para antigo ponto de encontro. Lá ter natureza e A Irmandade poder pensar o mesmo pra encontrar nós. Lá encontrar lugar seguro pra esses dois recuperar e planejar como encontrar Ventos-Resignados."


Última edição por Steve Mandrake em Qui Ago 20, 2015 6:26 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Steve Mandrake

Mensagens : 230
Data de inscrição : 17/06/2015
Idade : 30

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Unknown place - Noah

Mensagem por Ivy_curto_circuito em Qui Ago 20, 2015 4:43 pm

Ivy(Crinos)-Narração-Todos

Ivy respirou aliviada ao finalmente ter acabado aquilo tudo, por sorte os guerreiros de Gaia fizeram seu trabalho de forma eficiente.

"Até que enfim esses merdinhas chegaram..."_Pensou_

A Impura meneou a cabeça para Tadewi, gesto breve agradecendo o resgate, mesmo que tardio. Afinal, Ivy não fazia ideia de onde eles haviam vindo.

...

Mal teve tempo para esboçar algo referente ao pedido de Tadewi, Darkness aparece a jogando em seu ombro, fazendo Ivy rosnar a contra gosto, porém a Impura não podia fazer muito. Assumindo a forma Glabro para que pudesse ser uma carga menos, rosnou dizendo:

-GRrR...Pega leve bombado...


Por fim,concentrou-se em sua energia espiritual em seus olhos, afim de espiar o mundo físico, seus olhos se tornaram vermelhos, quase lembrando os de uma máquina, a filha da Weaver então começou a observar o mundo físico, a medida que o via, repassava as informações para todo resto da 'alcateia' ali formada.


OFF

2015-08-20 08:32:24 Ivy Curto-Circuito rolls 4 dice to Espiar (Diff 10) 10,7,5,7 [1 success]




avatar
Ivy_curto_circuito

Mensagens : 67
Data de inscrição : 16/07/2015
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Unknown place - Noah

Mensagem por Suzanne O'Bran em Qui Ago 20, 2015 5:01 pm

Tadewi crina. Com uma das mãos põe Raziel na sua costa, este deveria se equilibrar ali e se segurar bem, pois o lupino permaneceria em quadrúpede.

_Concordo, ficar aqui não é a melhor das opções, e assim como eles, também precisamos descansar e comer.
Não querendo ignorar o estado de vocês...

Para Narssuk o Garou faz um sinal de cabeça. Abandonar Narssuk no caos que a umbra se encontra não era a vontade do Garou, apesar de saber que tudo ficaria bem.

Narssuk era o Manitu mais astuto que já conheceu.

_Então vamos embora daqui!
avatar
Suzanne O'Bran

Mensagens : 326
Data de inscrição : 16/05/2015
Idade : 33

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Ivy - Raziel - Darkness - Tadewi

Mensagem por Admin em Qui Ago 20, 2015 5:06 pm

Alguns longos segundos aflitivos de cegueira total se sucederam desde que havia se decidido por espiar o plano Terreno.

Ainda estava dentro do quarto, por isso, passou a vislumbrar aquele ambiente no mundo físico, porém, menos caótico e sem ninguém. Dalí, agora que estava de pé, podia entrever parte das ruas pela janela, donde não notou qualquer movimentação. Tudo onde Ivy podia pousar seus olhos, parecia muito tranquilo.

-------------------------------------------------------

Depois que Darkness fala, Narssuk meneia a cabeça negativamente e esclarece mentalmente ao lupino: - Eu cogitei a possibilidade do mundo físico estar tomado por agentes da Wyrm, mas eu não sei disso, não averiguei.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 742
Data de inscrição : 15/05/2015

Ver perfil do usuário http://pressagiosdofim.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Unknown place - Noah

Mensagem por Suzanne O'Bran em Qui Ago 20, 2015 5:23 pm

Wendigo responde de modo igual, mantendo uma comunicação mental.

"_Estou de acordo, vamos pela umbra."

...

Após isso caminha para fora dali, esperando que Raziel estivesse se segurando.
avatar
Suzanne O'Bran

Mensagens : 326
Data de inscrição : 16/05/2015
Idade : 33

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Unknown place - Noah

Mensagem por Ivy_curto_circuito em Qui Ago 20, 2015 5:57 pm

Ivy(Glabro)-Narração-Todos

Ivy observou o mundo físico, parecia tudo tranquilo até onde ela podia ver, olhando parte das ruas foi que ela lembrou:

"Merda...A garota..."_pensou_

A impura lembro que havia uma humana presa em um dos carros, Ivy ponderava em sua mente se era mais seguro que a humana continuasse presa ou fosse liberta. Afim de conseguir ajuda para decidir isso disse para todos:

-Há uma jovem presa em um dos carros lá em baixo...

-Não faço idéia de quanto tempo ela está lá, mas acredito que precise de ajuda.

Ivy esperava que alguém se coçasse para ajudar a jovem, afinal, o objetivo da missão antes era também ajudar alguns humanos, e para a Andarilha, por mais que o mundo estivesse um caos, ainda estavam em missão.

-Alguém faça isso, que não vai levar muito tempo, afinal, também fazia parte da nossa missão ajudar alguns humanos.

-Depois disso vamos para qualquer lugar que decidirem.


Ivy então voltou seus olhos para Tadewi, a espera de uma decisão.
avatar
Ivy_curto_circuito

Mensagens : 67
Data de inscrição : 16/07/2015
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Unknown place - Noah

Mensagem por Suzanne O'Bran em Qui Ago 20, 2015 8:16 pm

O Garou se mantém calado por algum tempo, pensativo. A informação dada por Ivy surgiu como uma farpa na pele e no bem ou no mal ela se atrapalhou, mas cumprindo com seu dever.

O Garou se volta pra ela afirmando com a cabeça que já tinha entendido o que ela queria dizer.

_Sim, primeiro vamos nos abrigar em um lugar seguro longe destas pragas, apesar de achar quase impossível encontrar um lugar seguro que permaneça assim por muito tempo nesta cidade.

_Quando garantirmos isso, você deve nos dizer onde fica o local.

Tadewi queria garantir a integridade dos feridos antes de mais nada.

_Além do mais, ainda temos que encontrar Merlin e Karl.
Vamos determinar nossa prioridade quando estivermos seguros.

_Eles não estão na umbra, quando sairmos, veremos se estão no mundo dos vivos.

Além de todos estes fatores tinha o Hioshmitsu, que era na verdade a maior prioridade de todas.
avatar
Suzanne O'Bran

Mensagens : 326
Data de inscrição : 16/05/2015
Idade : 33

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Unknown place - Noah

Mensagem por Ivy_curto_circuito em Sex Ago 21, 2015 12:05 am

Ivy(Glabro)-Narração-Todos

Ivy meneou a cabeça mostrando entender o que Tadewi dizia, para a Impura o índio fora uma boa escolha de Alpha, já que o mesmo mostrava ponderar suas ações e também ouvia os seus iguais ali, ignorando até mesmo o fato dela ser apenas uma impura.

"Até então parece que foi uma boa escolha..."_Pensou_

Por fim Ivy se deu conta de que Darkness, o lobo que desejou ser solitário e não acompanhar a liderança de Tadewi estava ali, agindo em conjunto para resgata-la, por um breve momento a Ragabash sorriu. Darkness aparentava ser o esteriótipo de Cria de Fenris estúpido, mas na verdade, para Ivy o mesmo escondia um coração devotado a Gaia, que era maior que ele próprio.

...

Ivy então se mexia desconfortável no ombro de Darkness devido aos seus ferimentos, então disse de maneira risonha para o Cria de Fenris:

-Cuidado com essa mão boba ai hein grandão, to de olho!

Por fim, se aproximou do ouvido de Darkness e sussurrou em agradecimento:

-Valeu pelo resgate brutamontes, te devo uma.

Então se afastou, Ivy tossiu um pouco de sangue que foi aparado por sua mão, conforme Darkness se movimentava a carregando, a Impura emitia vez ou outra um breve rosnar de dor.
avatar
Ivy_curto_circuito

Mensagens : 67
Data de inscrição : 16/07/2015
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Unknown place - Noah

Mensagem por Raziel em Sex Ago 21, 2015 2:03 am

Raziel ainda na forma lupina ele fala mentalmente para Tadewi

O Merlin e o Karl possuem celular?...tsk...

Raziel sente uma fisgada dolorosa e abaixa a cabeça encostando nas costas de Tadewi e baixando as orelhas

...na verdade essa ideia não dará certo...

O lupino então ele olha para os 3 e se lembra de algo importante

Nós podemos ir ao centro pegar essa jovem que Ivy citou e depois podemos ir a um pequeno parque que fica umas ruas dali, proximo da minha casa. Tem bastante arvores e é o mais perto da mãe...talvez de para achar algum totem e obter respostas...falando em respostas, eu gostaria de compartilhar algumas coisas com vcs

Raziel que se manteve tão calado durante algum tempo desde que encontrou com Ivy e depois de sua piadinha infame. Mesmo com pouco tempo de convivio Darkness e Tadewi percebiam que quando ele ficava em silencio era porque ele estava raciocinando, como ele fez da ultima vez que eles se viram na cabana do cria de fenris. Raziel então toma fôlego e continua a falar

Ao ver como vcs vem dizendo e o estranhamento de vcs. Posso deduzir que assim como eu, vcs acordaram acreditando que ontem foi o dia da nossa reunião no caern, o dia que eu fui apresentado a vcs. Mas na verdade nós dormimos por pelo menos uma semana e ao ver a manifestação na Umbra e em meu apartamento e nas ruas eu deduzo que os espectros e as aranhas são os verdadeiros envolvidos por trás de tudo, desde dos ataques, eles tem sequestrados humanos aleatoriamente com força de vontade fraca para possui-los e poderem espalhar o caos na cidade, mais precisamente nos centro da cidade pois eles sabem que somos mais vulneráveis aqui.Eu não sei porque nós dormimos tantos dias e por isso sobrevivemos aos ataques dos espectros que por alguma razão não nos achou em nosso refugio,sem ofensas mais não notei nada de tão especial em nós 4 para isso. Talvez...algum totem nos protegeu, se isso for verdade, talvez todos da nossa matilha estejam na mesma situação que nós, mas ao ver meu estado e de Ivy não sei se Merlin e o Karl possa ter tido a mesma sorte que nós. Posso estar subestimando a força deles e realmente espero que sim, mas temos que nos prevenir para o pior. Por isso salvar aquela menina é nossa chance de saber pelomenos que dia é hooje e termos mais detalhes do que aconteceu nos dias que estivemos apagados
avatar
Raziel

Mensagens : 99
Data de inscrição : 15/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Unknown place - Noah

Mensagem por Steve Mandrake em Sab Ago 22, 2015 1:06 pm

Darkness (Crinos) - Matilha Sem Nome

O Ahroun caminha para se retirar do local enquanto as questões se desdobram. A questão levantada por Ivy de ter encontrado um humano com vida, era ainda mais complicada. Como se movimentar em um terreno tão hostil, com dois Garous a beira da morte, era o que passava na cabeça do Fenris naquele momento.

Por ser um lobo solitário e está acostumado a agir tudo sozinho, aquela situação se mostrava demasiadamente incômoda para o Fenrir. Além do mais, em sua consciência havia chegado até ali inteiro sem a ajuda de ninguém para isso, e notava que apesar de ter ajudado aquela Matilha sem que fosse sua obrigação, a mesma ainda o ignorava de certo modo, o que lhe instigava cada vez mais a abandoná-los a própria sorte e agir o que realmente importava para ele, o Caern.

É nesse ínterim, que tem sua linha de raciocínio quebrada com as brincadeiras de Ivy, sem entender muito bem o que ela queria dizer, e tentando não demonstrar que seu pelo arrepiara com a voz ao pé do ouvido, ele responde sério, porém em to ameno:

"-Mão de Darkness não ser boba, ser firme! E garota dever descansar. Por sorte ser Impura e recuperar logo, mas precisa dormir pra isso, Darkness cuidar aqui."

Continuava a se deslocar, enquanto o assunto da menina ainda se fazia presente, fazendo o Ahroun se impor diante da situação:

"-Wendigo levar sua Matilha a lugar seguro e Darkness ir atrás da garota. Não poder colocar dois Garous feridos desse jeito em campo de batalha, e também não poder deixar eles sozinhos. Cuidar deles ser obrigação de Wendigo!"

Espera então Raziel terminar de falar para contribuir com o assunto e reafirmar suas intenções...

"-Darkness não saber de onde estão falando, mas mostra caminho que Garou albino tá falando que Darkness se acha. E do mesmo modo que nós passar isso, Matilha Irmandade também pode passar, e pensar que único plano que nós tudo tinha em comum, era encontro na rodoviária. Então Darkness ir pra lá, enquanto tenta conseguir rastros de Ventos-Resignados."
avatar
Steve Mandrake

Mensagens : 230
Data de inscrição : 17/06/2015
Idade : 30

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Unknown place - Noah

Mensagem por Suzanne O'Bran em Sab Ago 22, 2015 1:18 pm

off: próximo post Clark fild
avatar
Suzanne O'Bran

Mensagens : 326
Data de inscrição : 16/05/2015
Idade : 33

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Wyld-Storm

Mensagem por Admin em Sab Out 10, 2015 7:12 am

Um som agudo, qual o badalar de um sino, faz o Theurge acordar de um longo e letárgico sono. A visão ainda embaçada, adaptava-se em busca do foco quando notou um senhor de passos hesitantes que atravessava uma cortina de pedras ornamentais que balança emitindo o som característico das pequenas pedras chacoalhando-se.
 
Quanto mais a visão se tornava nítida, mais era notório que não estava no mesmo lugar em que havia adormecido. Entretanto, aquele velho era a mesma companhia da noite anterior, tranquilizando assim a estranheza dos fatos.

Parecia estar num tipo de loja oriental, daquelas em que se vende de tudo, dormindo num sofá que deveria ser destinado a possíveis clientes, enquanto podia entrever que donde o velho saiu, parecia ser uma área destinada à funcionários.


(considere a cortina no lugar da porta ao fundo)

- Então, até que enfim, você acordou. Disse enquanto mexia em algo que fazia o barulho de uma colher numa xícara, estando de costas: - Nosso tempo está bem curto. Falou e riu sutilmente, aparentando pouca pressa apesar da sua fala: - Já era pros outros terem chegado. Acho que vou precisar de você.

Olhando pra fora, o Cliath consegue ver por através de uma vitrine, deduzindo então que aquela pequena loja fazia parte de uma construção, com outras tantas lojas, ou seja, olhando para fora daquela loja, não se via as ruas como talvez o lupino pudesse esperar.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 742
Data de inscrição : 15/05/2015

Ver perfil do usuário http://pressagiosdofim.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Unknown place - Noah

Mensagem por Wyld-Storm em Dom Out 11, 2015 3:35 pm

Enquanto tentava adaptar sua visão, procura se esticar, abrindo um bocejo longo e preguiçoso. Com as patas dianteira, tateia a superfície em que acordou e suas orelhas tremem um pouco, diante daquela mudança - apesar de não ser difícil lhe acontecer coisas deste tipo.

Quando a voz toca seus ouvidos, ele volta as orelhas em sua direção, antes que o restante do rosto acompanhe e, cuidadosamente desce daquela "pedra-macia", tocando o frio solo daquele lugar.

Sento-me entre as mercadorias, buscando ocultar a visão de meu corpo dos "pêlos-curtos" que possam estar la fora, enquanto aguardo ele continuar. Ao ser evocado, lanço as orelhas para frente, enquanto ladro na língua dos "Troca-Peles":

- Diga, Athro (Professor).

E estico as patas, alongando as costas mais uma vez. E o conhecido espasmo atravessa as pernas, passando em seguida.
avatar
Wyld-Storm

Mensagens : 8
Data de inscrição : 11/10/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Wyld-Storm

Mensagem por Admin em Ter Out 13, 2015 6:00 am

O senhor de postura suavemente arcada, virou-se lentamente segurando a xícara com a mão esquerda enquanto mexia o chá que exalava pelo ambiente com uma colher segurada pela direita. Sorriu um sorriso oriental, pouco aberto, fitando Wyld-Storm com olhos ágeis e alertas: - Se não chegarem logo... Apontou para um relógio de parede que fazia um som de tic-tac, como se o lupino soubesse do que estava falando: - vão por tudo a perder. Eu fiz uma ponte da lua perto daqui, para que chegassem mais rápido, mas, ainda assim eles demoraram tanto, que a ponte tem atraído mais malditos do que tudo.

Ele então caminhou para o canto da sala, onde tinha um banquinho, e se sentou: - Agora você deve estar se perguntando, como uma ponte da lua aqui pode estar atraindo Malditos assim. Bom, não tempos tempo para te atualizar, porém, posso dizer que Austin mudou. Fomos derrotados aqui enquanto você dormia por alguns bons dias e agora que acordou, Austin é outra. Não existe mais Caern, praticamente não existe sequer humanos, apenas malditos e fomoris. Talvez outras coisas também... Ele ainda tinha um singelo sorriso no rosto, contraindo os lábios apenas para mais um gole cuidadoso no chá quente.

- Bom, eu preciso que você vá para a Ponte da Lua... apontou a direção para onde ela ficava: - E espere nossos amigos chegarem. Quando eles chegarem, você precisará arrumar um jeito de, ajuda-los a chegar até aqui. Não será fácil, mas, é por isso que preparei algo pra você. Disse, levantando o indicador como quem pede um minuto.

O velho se levantou, andou cerca de 3 metros e começou a revirar alguns produtos: - Onde foi que eu deixei? Se perguntou calmamente: - Minha cabeça já não está tão boa... Ah, aqui! Agarrou um pote com ânimo, colocando-o debaixo do braço que segurava a xícara enquanto girava a tampa com a outra mão. Com o pote aberto, se aproximou de Wyld-Storm e virou o pote fazendo cair um horrível boneco de barro: - É um amuleto. Com ele, as criaturas da Wyrm vão achar que você é uma delas... Por um tempo. Disse, ainda sorrindo entre uma palavra e outra.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 742
Data de inscrição : 15/05/2015

Ver perfil do usuário http://pressagiosdofim.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Unknown place - Noah

Mensagem por Wyld-Storm em Ter Out 13, 2015 11:42 pm

Ele pulava os olhos em cada ponto ali do lugar, tentando entender algo que, cada vez mais ficava mais difícil. Pendendo a cabeça de lado, ele volta seus olhos para fora - observando aquela construção que, a muito tempo, era o Templo dos humanos.

Ao escutar que a ponte atraiu Malditos, ele volta seu nariz em direção ao velho-garou. Suas pupilas se dilataram e suas presas secaram.

"Esta é a Noite de Gaia?" - e suas orelhas se elevam, voltadas para frente - atento.

As palavras daquele pelo-curto não eram vento. Era o que aquele jovem pensou ser histórias que eles usavam para assustar os filhotes.

Enquanto ele pede um minuto, Storm, dá meia volta e caminha em direção as bebidas "dos seios das árvores" ou como eles chamavam - sucos. Ao se aproximar da estante, seu corpo muda tão naturalmente, que podia-se dizer que era reflexo apenas do pensamento daquele metamorfo. Um sobretudo e uma calça, talvez 4 números acima do seu, eram o que cobriam sua nudez nesta forma. Com uma dificuldade impar, enfim consegue romper as proteções daquele líquido e o sorve como fazia com os seios da loba que o pariu, a quantos dias não alimentava o corpo... A quantas noites não esticava as garras... Seu corpo ainda era capaz de responder como antes? - o tempo junto com o contempladores lhe encheu sua cabeça.

Acabou a "água-amarela-doce". Na tentativa, inútil, enfia a língua dentro da garrafa para retirar o que ainda restava ali. Insuficiente para saciar-lhe, mas aquele homem tinha pressa. Talvez depois.

Ao tocar aquele objeto, Storm era capaz e sentir as energias daquele espírito ali contido - adormecido. Como ele estive... A respirações que já se foram....

Seus dedos pelados se fecham de maneira firme sobre o amuleto para em seguida coloca-lo no bolso da segunda-pele-de-couro-velho.

- O lobo que veste a pele de... Da Destruidora... - e sua voz escapa com a tristeza que começa a preenche-lo.

Ele volta seus olhos para a direção indicada e suspira de maneira profunda.

- Preciso prender esta pedra ao meu espírito... - dizia sem ainda olhar para o senhor.

Iria pela Terra-Dos-Espíritos já que deveria encontra-los pela ponte da lua. Não seria a mesma se ele estivesse certo. E o Cliath leva a mão até o pequeno objeto guardado e fecha seus olhos, enquanto tentava lembrar das palavras - em vão. Não se recordava qual o ritual para se prender as coisas e arrasta-la para a Umbra dependia disso. E sem dizer mais nada, apenas saca o pedaço entalhado de pedra para que fosse feito os devidos encantos.
avatar
Wyld-Storm

Mensagens : 8
Data de inscrição : 11/10/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Wyld-Storm

Mensagem por Admin em Qui Out 15, 2015 5:59 am

O velho pigarreou, limpando a garganta: - Já aprendeu a apreciar um bom chá? Aproximou-se de uma garrafa térmica, posicionando uma segunda xícara, que encheu até a metade: - Está quente. Disse, recolhendo-a e levando até o lupino.

Perto de Wyld-Storm, gesticulou acintosamente como quem mostra a forma de segurar a xícara, esboçando um sorriso divertido: - Até os lobos põe em exercício o ato de se socializar quando estão se alimentando. Nossa tribo também valoriza muito esse momento... além desse chá ser, revigorante. Riu de si, como se tivesse feito uma piada.

Entregue a xícara, o velho esticou a mão em direção ao amuleto, com a palma para cima: - Vou dedica-lo a você enquanto saboreia o meu chá.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 742
Data de inscrição : 15/05/2015

Ver perfil do usuário http://pressagiosdofim.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Unknown place - Noah

Mensagem por Wyld-Storm em Sex Out 16, 2015 1:47 pm

Quando questionado sobre a experiência com chá, o garoto meneia a cabeça, afirmativamente, enquanto se recordava do primeiro banho quente de chá - desastre.

Ao receber o reforço do calor, engole seco. Mas permite que lhe sirva, observando-o durante todo o processo.

Ele toma a asa e com a outra, espalmada, a parava o Pires. Era nítido o tilintar de louça contra louça e o esforço que ele produzia para evitar com que aquilo caísse sobre si. Neste instante, nada além daquela bebida perigosa existia.

Ao aproximar, ele cheira o chá, antes mesmo de qualquer coisa. Apesar de que, na pele de humano, seus sentidos eram estranhos e fracos. Talvez fosse mais o hábito que jamais lhe deixaria.

E os lábios tocam o canto do objeto apenas para certificar da temperatura e acabar de vez com a sensação de gosto. Ele jamais entenderia por que eles faziam isso. Contudo, era parte do ritual e da compreensão do outro lado -ainda sim, estranho demais.

Após queimar a língua, opto por deixá-lo descansar até que aquela "raiva" deixe aquela água com folhas. Os pequenos sinais de umidade sobre a roupa excessivamente manchada já demonstravam sua imperícia nestas situações - uma cena divertida de se apreciar.

E enquanto o velho falava, abano com a mão direita o líquido descansando sobre a mesa. Era mais fácil de espirrar sobre ele o tempo todo. Quando, por fim acredita que está "manso" toca os lábios sem ousar tocar o objeto com as mãos.

Ainda estava quente.
avatar
Wyld-Storm

Mensagens : 8
Data de inscrição : 11/10/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Wyld-Storm

Mensagem por Admin em Sab Out 17, 2015 2:06 am

No fim daquele ritual que havia durado em torno de 10 minutos, tempo suficiente para que Wyld-Storm se resolvesse com o chá (ou pelo menos parte dele), o velho se aproxima mais uma vez do Cliath, entregando-lhe o artefato: - Aqui está. Esticou os olhos para a xícara enquanto entregava, sorrindo em seguida: - Acho melhor você ir logo. Completou, tocando afavelmente o ombro do lupino.



Depois, recolheu a xícara e começou a caminhar lentamente para as áreas reservadas da loja: - Confio em você. Balbuciou, já de costas.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 742
Data de inscrição : 15/05/2015

Ver perfil do usuário http://pressagiosdofim.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Unknown place - Noah

Mensagem por Wyld-Storm em Sab Out 17, 2015 5:28 am

Permito-me ser tocado, de maneira a aproveitar aquele instante e, por alguns segundos, sentiu os dentes daquela que lhe pariu tocar os pelos de sua nuca, enquanto o arrastava - como ainda sentia falta.

A realidade o golpeia quando o ancião lhe entrega a boneca horripilante. Rapidamente ele a guarda, dentro das vestes. E, ao ser convidado a seguir caminho, levanto-me e após um discreto meneio, sigo pela direção a qual foi indicada no começo. Enquanto, atravesso por entre as mercadorias, assumo minha forma mais confortável e a qual conseguiria atravessar o que sobrou - apesar de ainda não conseguir processar o peso das palavras do "Athro" sobre a mudança do mundo.

...

Tentando evitar o próprio vento, o lupino segue, contornando destroços e andando por entre as sombras. Orelhas sempre atentas e narinaz sempre a farrejar o ambiente em busca de algo que pudesse servir para refletir seu eu para que pudesse abrir um caminho seguro à Terra dos Espíritos.
avatar
Wyld-Storm

Mensagens : 8
Data de inscrição : 11/10/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Wyld-Storm

Mensagem por Admin em Dom Out 18, 2015 7:45 am

Inicialmente, Wyld-Storm se viu obrigado a seguir pelo caminho oposto ao indicado, já que a saída daquela loja apontava para outra direção.

Se pôs então sobre os pisos frios e polidos da área interna do que parecia ser, o segundo andar de um shopping. Tudo parecia vazio e escuro e uma sensação de insegurança começa a crescer, fazendo-o se dar conta de como aquela lojinha parecia quase inexplicavelmente protegida e confortável.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
OFF:
Segue no tópico do Shopping (BARTON CREEK SQUARE).
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 742
Data de inscrição : 15/05/2015

Ver perfil do usuário http://pressagiosdofim.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Unknown place - Noah

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum